Trabalho remoto foi um dos piores erros da indústria tecnológica, diz CEO por trás do ChatGPT - Casa da Tecnologia
Site Overlay

Trabalho remoto foi um dos piores erros da indústria tecnológica, diz CEO por trás do ChatGPT

Trabalho remoto foi um dos piores erros da indústria tecnológica, diz CEO por trás do ChatGPT

“Startups pensaram que não precisariam ter sua equipe reunida para manter a criatividade. Eu diria que esse experimento acabou e as empresas não têm tecnologia suficiente para as equipes trabalhar de casa para sempre, sobretudo em startups”, afirmou Altman.

A adoção do trabalho remoto em larga escala e de forma permanente foi um dos piores erros da indústria tecnológica, avalia o executivo-chefe da startup criadora do ChatGPT OpenAI, Sam Altman.

“Startups pensaram que não precisariam ter sua equipe reunida para manter a criatividade. Eu diria que esse experimento acabou e as empresas não têm tecnologia suficiente para as equipes trabalhar de casa para sempre, sobretudo em startups”, afirmou Altman.

O chefe-executivo por trás do ChatGPT discutiu o futuro da inteligência artificial (IA) e o papel do avanço tecnológico na busca pelo desenvolvimento sustentável em evento da startup de pagamentos Stripe. A empresa foi fundada pelo presidente do braço sem fins lucrativos da OpenAI, Greck Brockman, que deixou a fintech em 2015.

Altman avalia que negócios em fase inicial precisam mais de tempo presencial do que outras empresas. “Quanto mais frágil e cheio de nuances for um conjunto de ideias, mais tempo em grupo é necessário.”

Executivos de várias empresas têm pedido que seus funcionários voltem a trabalhar de forma presencial. Encabeçam esse movimento, Bob Iger, da Disney, Howard Schultz da Starbucks e Robert Thomson da News Corp, dona da publicação econômica Dow Jones e da Fox News.
Elon Musk, quando assumiu o Twitter em novembro, também encerrou a política de trabalho em casa da empresa. Musk é defensor de uma política de 70 a 80 horas de trabalho por semana.

O chefe-executivo da empresa de marketing digital Clearlink, James Clarke, diz que trabalhadores remotos sem supervisão podem usar IA para ganhar tempo e assumir vários empregos. A declaração fez parte de um vídeo interno da Clearlink que vazou.
Em levantamento do think tank Pew Research Center divulgado em abril, 56% dos respondentes considera que trabalhar de casa ajuda a terminar o trabalho e cumprir prazos. Outros 37% disseram que esse modelo não ajuda nem atrapalha. O estudo foi divulgado primeiro na revista Fortune.

A plataforma que armazena códigos de programação GitHub manteve o trabalho remoto de forma permanente, após a pandemia, disse o chefe-executivo da empresa, Thomas Dohmke, à reportagem da Folha durante o Web Summit no Rio. A liberdade incentiva a criatividade, de acordo com Dohmke.
Na Meta, funcionários preocupados com a possibilidade de cortes de pessoal reclamam de lideranças que se mudaram a outros países, depois da adoção do home office, conforme noticiou o New York Times.

O presidente-executivo da IBM, Arvind Krishna, afirmou que a empresa vai parar de contratar pessoas para cargos que podem ser substituído por inteligência artificial nos próximos anos. Projeções da empresa indicam que a decisão pode encerrar 7.800 vagas em cinco anos.

Krishna também disse que a pessoa pode ser igualmente produtiva trabalhando de casa, mas isso atrapalha a progressão na carreira.