Empresário americano anuncia três novas missões espaciais com a SpaceX - Casa da Tecnologia
Site Overlay

Empresário americano anuncia três novas missões espaciais com a SpaceX

Empresário americano anuncia três novas missões espaciais com a SpaceX

Apenas alguns meses depois de passar três dias no espaço, o bilionário americano Jared Isaacman anunciou nesta segunda-feira (14) que planeja três novas missões privadas com a SpaceX, a primeira das quais este ano incluirá uma caminhada espacial.

As missões usarão o foguete Falcon 9 da SpaceX, exceto a terceira, que será o “primeiro voo com humanos a bordo” do novo megafoguete Starship, atualmente em desenvolvimento pela empresa de Elon Musk.

Este anúncio representa um novo passo para o setor de exploração espacial privada, tendo a SpaceX se posicionado claramente no nicho da exploração distante, até então reservado para agências governamentais.

A primeira missão das três, apelidada de “Polaris Dawn”, tentará alcançar “a órbita terrestre mais alta de todos os tempos”, voando “mais alto” do que qualquer missão tripulada da SpaceX até agora, de acordo com um comunicado.

Em setembro, o empresário Jared Isaacman fretou a missão Inspiration4, a primeira do mundo a enviar apenas civis ao espaço, sem um astronauta profissional. O voo alcançou uma altitude de 590 km, mais longe do que a Estação Espacial Internacional (ISS).

“Polaris Dawn” decolará da Flórida no “quarto trimestre deste ano” no mínimo, e deve durar até 5 dias, de acordo com o comunicado.

Uma caminhada espacial, inédita para a empresa, está prevista “a uma altitude de cerca de 500 quilômetros” e deve servir de teste para novos trajes espaciais desenvolvidos pela SpaceX, adaptados a esses passeios extraveiculares.

A missão terá quatro tripulantes, entre eles o próprio Jared Isaacmam, chefe da empresa financeira Shift4 Payments e piloto experiente, que voltará a ser o comandante.

Será acompanhado pelo piloto Scott Poteet, ex-veterano da Força Aérea que trabalhou para várias empresas do bilionário e dois funcionários da SpaceX – Sarah Gillis, responsável por treinar os novatos da Inspiration4 para sua jornada espacial, e Anna Menon, que trabalhou para a NASA por sete anos antes de ingressar na SpaceX.

É uma tripulação de “especialistas”, um pré-requisito necessário para esta missão tão ambiciosa, de acordo com o comunicado de imprensa.

O objetivo declarado é, portanto, muito diferente da missão Inspiration4, que pretendia demonstrar que o espaço era acessível a todos, incluindo pessoas anônimas.

O preço dessas missões, organizadas como parte de um programa chamado “Programa Polaris” – em homenagem à estrela polar – não foi revelado. Mas é provavelmente na casa das centenas de milhões de dólares.

O voo tripulado a bordo do novo foguete Starship será acompanhado de perto: Starship foi selecionado pela NASA para ser o veículo que levará astronautas de volta à superfície da Lua, no mínimo em 2025.

Elon Musk prometeu que a Starship chegará ao espaço pela primeira vez este ano, sem ninguém a bordo para começar.

Deixe um comentário